domingo, dezembro 19, 2010

HR30 - BOSS

O meu primeiro veículo motorizado foi uma Casal Boss de 2 velocidades, foi com ela que aprendi a andar e foi com ela que passei as primeiras experiências no mundo das duas rodas.
Como eu, toda uma geração teve neste modelo a sua primeira experiência na condução de uma motorizada.
Mas infelizmente naquele tempo já se começava a antever o que poucos anos mais tarde viria a acontecer de forma irreversível, a entrada das marcas Japonesas com os seus modelos bem mais evoluídos e cativantes ditou o fim desta nossa marca.


Já vai há bastante tempo que recebi um contacto de um jovem dos Açores, que me pedia umas ideias para actualizar uma Boss, na altura fiz alguns estudos mas por azar o meu pc, entregou a alma ao criador e perdi todos os meus contactos na altura, e nunca mais soube como voltar a entrar em contacto com ele e como também ele não voltou a contactar-me perdeu-se a hipótese de se fazer alguma coisa engraçada.
Há dias encontrei alguns desses rascunhos e lembrei-me de construir uma Boss usando algumas dessas ideias mas com um objectivo claro, mais que actualizar tinha que a melhorar.

Assim, surge esta minha proposta com uma motorização actual e de acordo com as novas regras, é mais lógico apostar num pequeno monocilindrico a 4 tempos que poderá ser conduzido por todos mesmo com a carta B, do que um a 2 tempos de 50cc, mais poluidor e dispendioso.
De resto, tentei manter-me o mais "colado" possível ao original mas ao mesmo tempo conferir-lhe um ar jovem, moderno e actual.
Com esta nas cores que a celebrizou, termino este ano de 2010, que foi bastante produtivo.

Para o ano há mais!!

9 comentários:

rui disse...

Olá
Está o máximo! Também aprendi a andar numa de duas velocidades:)) e foi uma pena terem mesmo acabado.
Continuação de bom trabalho (como sempre) e, já agora, Bom Natal

Ricardo disse...

Muito bom!!!
Só tu para te lembrares de pegar num ícone da nossa juventude e fazeres uma máquina!!!!
Grande abraço.

Ricardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renato Santos disse...

Boa noite.

Sou estudante de comunicação social, e estou a pensar, para o meu projecto final, fazer todo um plano de comunicação em torno desta nossa marca, simulando o seu renascimento.

Peço aqui permissão para usar as imagens do protótipo apresentado.

E não querendo de forma alguma abusar da sua disponibilidade, pedia se me podia enviar as imagens no tamanho original.

Pode ser que um dia, algumas de tantas marcas de veículos portugueses perdidas no tempo, se reergam.

Renato Santos
rfrdossantos@gmail.com

Helder Rodrigues disse...

Olá Renato, enviei-lhe um email para o endereço que indicou mas deu erro, veja se o que escreveu está correto ou indique-me um email alternativo.
Um abraço
Helder Rodrigues

Renato Santos disse...

nerblus@gmail.com

Muito obrigado Helder.

Anónimo disse...

muito fixe :)

Carlos tavares disse...

Olá Hélder.
Já pensou em enviar esse seu desenho as novas empresas que estão no nosso mercado?
A SYM a keeway,Mash etc.
Pode ser que alguma delas peguei no seu projeto é que a ponha em prática.
Abraços

Helder Rodrigues disse...

Olá Carlos
Há uns anos contactei via e-mail a AJP no fundo dizendo que tinha umas ideias que poderiam ser adaptadas á marca e dar origem até a novos modelos e nem uma simples resposta ao e-mail recebi, nem um não obrigado, algumas dessas ideias deram origem às HR-44 e HR-53 que poderá ver mais acima,mas tantas outras ideias eu tinha...mas pensei se uma empresa portuguesa mostra este tipo de atitude o que dizer de empresas estrangeiras.
Obrigado pelo comentário e interesse.
Abraço